bem + que os meus 20 e poucos anos | n.6





É à saudade de mim que me condenas./Extrema, inomeada, toco-me a mim./Antes, tão memória. E tão jovem agora. (Hilda Hilst)



Eu queria ter o tempo e o sossego suficientes/Para não pensar em coisa nenhuma,/Para nem me sentir viver,/Para só saber de mim nos olhos dos outros, reflectido (Alberto Caeiro)

Só o homem pode cair das mãos de Deus. Só o homem. (D.H Lawrence)

Se eu não morresse nunca!/E eternamente/Buscasse e conseguisse a perfeição das cousas. (Cesário Verde)